Thales Jayme é transferido de hospital e se recupera bem após tiro no pescoço, diz filho

0
2288

 

Matéria atualizada

O advogado vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Goiás (OAB-GO) e presidente do Country Clube de Goiás , Thales José Jayme, de 56 anos, foi​​ transferido para o Hospital Neurológico na manhá deste domingo(10) e se recupera bem após ter sido baleado no pescoço, segundo o filho dele João Pedro Jayme. A bala ficou alojada e, em um primeiro momento, não será retirada. João Pedro conta que ainda não​​ conseguiu conversar direito com o pai e não sabe o que motivou a discussão dele com o funcionário da fazenda, suspeito de realizar o disparo. O empregado se matou em seguida.

 

Thales foi baleado por volta das 9h de sábado (9), quando estava em sua propriedade, em Pirenópolis. O advogado discutiu com o funcionário, identificado como José Pereira Barbosa, de 52 anos. Ao sair do local de carro, Thales foi atingido no pescoço e perdeu o controle da direção, e o veículo entrou em​​ uma represa rasa. Em seguida, o​​ funcionário atirou contra si.

Os dois foram socorridos. José não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime, em Pirenópolis. Thales foi levado para o mesmo local e depois transferido de helicóptero para o Hospital de Urgências Governado Otávio Lage de Siqueira.

No entanto, ele foi transferido durante a noite para o Hospital Neurológico."A família optou por essa transferência para que ele ficasse mais perto da gente. Ele se recupera bem, não corre nenhum risco, não vai ter sequelas", contou o filho ao G1.

A bala, segundo João Pedro, ficou alojada perto da vértebra, mas ela não será retirada em um primeiro momento. "Foi uma decisão tomada por motivos de segurança. Vamos deixar ele se recuperar inicialmente, já que ela lá não vai representar nenhum risco", disse.

Sobre o motivo da discussão que terminou com o tiro no advogado, o filho disse não ter muitas informações. "Ele estava sedado, passou a noite sob efeito de medicamentos, então não conseguimos​​ conversar com ele. Estamos esperando também as investigações da polícia", contou.

 

Investigação

Após o crime, o delegado Vander Coelho esteve na propriedade e informou que uma perícia já foi realizada. Ele afirma que o gerente da fazenda testemunhou o crime e que o relato dele é condizente com a situação encontrada pela corporação.

"Houve uma discussão a qual o gerente não soube dizer o motivo. Após isso, o homem apresentou a arma para o advogado, que saiu e entrou no carro. Porém, o homem efetuou dois disparos, sendo que um atingiu a​​ vítima", disse Coelho.

​​ Fonte: ​​ G! Goiás

 

 

 

Thales Jayme leva tiro na nuca de ex-funcionário

C:\Users\Carla\Documents\hospital.jpg

Helicóptero chegando no hospital

C:\Users\Carla\Documents\suelana.jpg

 ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​​​ A esposa de Thales, Suelena, ​​ com o filho João Pedro no Hugol

C:\Users\Carla\Documents\thales na maca.jpg

Thales(deitado na maca) acompanhado por médicos e​​ familiares

C:\Users\Carla\Documents\funcionário do thales.jpg

 ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​ ​​​​ Suposto culpado pelo crime que suicidou, logo após atirar em Thales

C:\Users\Carla\Documents\campo com helicoptero.jpg

Imagens de Whatsapp, Facebook e TV Anhanguera

Uma tragédia abalou os moradores de Pirenópolis na manhã deste sábado, 09 de junho. O​​ advogado pirenopolino e vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil de Goiás, Thales José Jayme levou um tiro na nuca do seu ex-funcionário, motivado pela fúria e insatisfação de ser demitido. O peão, posteriormente atirou na própria cabeça, morrendo​​ em seguida.

O crime aconteceu na Fazenda Sardinha, há 6 km da cidade por volta das 10 horas da manhã. Segundo a​​ Assessoria de Imprensa da OAB, Thales está consciente, mas ainda com a bala alojada no pescoço. ​​ Ele foi transferido de helicóptero da fazenda para o ​​ Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

Segundo informações, Thales Jayme fez o acerto financeiro e demitiu o funcionário que por sua vez, não gostou do que foi acordado, sacou o revólver baleou Thales por trás quando ia entrar em seu carro e em seguida, atirou na sua própria cabeça. A saúde de do advogado está estável e aguardando procedimentos médicos.

Em nota, a assessoria de imprensa do Hugol informou, às 11h10 deste sábado, que Thales Jayme está em estado regular e respirando espontaneamente.

Por telefone, a assessoria de imprensa da OAB-GO informou ao G1 que e instituição está aguardando maiores informações, confiando que o ferimento não foi grave e que o vice-presidente da instituição irá se recuperar. Os diretores e conselheiros da Ordem estão, segundo a assessoria, a caminho do Hugol.

O caso ocorreu na manhã deste sábado, na fazenda de Thales, na zona rural de Pirenópolis. A Polícia Civil estava a caminho do local, às 11h15 deste sábado, para realização de perícia, e​​ não divulgou nenhuma informação sobre o que teria provocado o tiro.

O nome do funcionário ainda não foi revelado. Segundo a Polícia Civil de Pirenópolis, a Perícia Criminal de Anápolis está no local, realizando exames minucioso na cena do crime.

Aguarde maiores informações.

O G1 tentou contato, por telefone, com a delegada Karla Poutrel, que está de plantão na cidade, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.​​ 

(Reportagem e texto G1Go e Carla Adriana)

 ​​​​ 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here