Começa hoje(21), a 10ª Flipiri

0
103

Evento homenageia Ignácio de Loyola Brandão, autor do clássico livro Zero (1975) e membro da Academia Brasileira de Letras.

 

Encontros e debates com escritores, lançamentos de livros, oficinas, saraus, exibição de filmes, apresentações artísticas, contação de histórias e outras manifestações culturais farão de Pirenópolis, o foco da literatura no Centro-Oeste nos próximos dias. Hoje, quarta-feira (21), começa a 10ª Flipiri – Festa Literária de Pirenópolis. O evento vai até sábado (24) e contará com mais de 100 atrações espalhadas pelo entorno da Igreja Matriz, no centro histórico da cidade. A entrada nas atividades é gratuita.

O tema desta edição da Flipiri é Brasil Plural e contempla as diversas expressões culturais do país. “A própria Pirenópolis é uma cidade com diversidade imensa. Além das festas populares e folclóricas ligadas à religiosidade, como Cavalhadas e Festa do Divino, temos festivais de gastronomia, de música, tem o de cerveja artesanal, os de cinema… recebemos vários eventos de todas as expressões culturais. Isso é um retrato do Brasil também, é pluralidade”, defende Gedson Oliveira, produtor-geral da festa.

Ignácio de Loyola Brandão – membro da Academia Brasileira de Letras

A 10ª Flipiri contará ainda com um encontro de ilustradores, entre eles Roger Melo, Valdério Costa, André Cerino e Fernando Lopes, que também ministrarão uma oficina de ilustração na sexta-feira (23) e no sábado (24), às 14 horas, no Salão Paroquial, ao lado da Igreja Matriz.

O homenageado da vez é um tradicional frequentador da Flipiri, o escritor e jornalista paulista Ignácio de Loyola Brandão, eleito neste ano para a Academia Brasileira de Letras e autor de livros como Zero (1975) e Não Verás País Nenhum (1981). Ele participa da abertura oficial na quinta-feira (22), às 19 horas, no palco montado atrás da Igreja Matriz, e da mesa que discutirá o futuro do livro do Brasil, na sexta (23), às 14 horas, no mesmo local.

o palco montado atrás da Igreja Matriz, e da mesa que discutirá o futuro do livro do Brasil, na sexta (23), às 14 horas, no mesmo local.

Formação de leitor nas escolas

Apesar de a abertura oficial ser na quinta-feira (22), no dia anterior, a 10ª Flipiri já estará acontecendo com visita dos escritores às escolas que receberam seus livros no primeiro semestre.

“As 22 escolas públicas trabalharam os livros em maio, junho e agora no início de agosto com os professores, que fizeram leituras, recontos, peças de teatro. No dia 21, os autores vão até elas para encontrar esse leitor. É um momento muito rico, que a gente considera o mais importante da Flipiri, porque é a formação de novos leitores, além da doação de livros para as bibliotecas escolares, que neste ano já completa 14 mil obras doadas”, conta Gedson.

O visitante da Flipiri poderá ser orientado por estudantes voluntários da Universidade Estadual de Goiás (UEG) do campus Pirenópolis, que ajudarão na indicação dos locais e na confirmação dos horários das atrações. Folderscom essas informações também serão distribuídos por toda a cidade.

Essa 10ª festa literária, além do apoio da prefeitura, está se bancando graças a um edital aberto pelo Ministério da Cultura em 2017. Com sua transformação em secretaria especial dentro do Ministério da Cidadania, e com o congelamento ou cancelamento de outros fundos de apoio à cultura, Gedson se mostra alerta sobre as próximas edições.

“É um cenário preocupante para quem trabalha com projetos culturais, a não ser que a gente consiga financiamento privado, o que é um pouco difícil, porque a maioria depende da Lei Rouanet, que também não está fácil de aprovar.”

Confira a programação completa:

22 de agosto

Palco – Praça FLIPIRI
9h – Apresentação da programação da FLIPIRI na Rádio Jornal Meya Ponte (87.9 FM)
14h – Bate-papo literário com autor na Rádio Jornal Meya Ponte  (87.9 FM)
18h – Apresentação da Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás
19h – Abertura oficial com manifestação da curadora e autoridades
Mesa FLIPIRI 10 anos, com Ignácio de Loyola Brandão e Eliane Lage
20h30 – Espetáculo musical “Armorial”, com Marcello Linhos

23 de agosto

Sexta pedagódica – Oficinas para professores
Local: Colégio Estadual Comendador Joaquim Alves de Oliveira
09h às 11h
A fantástica matemática – Com Maria das Dores Brigagão
Bolas! Quantas Bolas! A matemática na educação infantil – Com Grupo IORE
Era uma vez… (Oficina de contação de histórias) – Com Regina Mendes
Livro aqui, conta acolá, que história vamos contar? – Com Ana Neila Torquato
O lúdico no desenvolvimento infantil – Com Simão de Miranda
Oficina de Teatro – Com Liduina Bartholo
14h às 16h
A fantástica matemática – Com Maria das Dores Brigagão
Bolas! Quantas Bolas! A matemática na educação infantil – Com Grupo IORE
Era uma vez… (Oficina de contação de histórias) – Com Regina Mendes
Livro aqui, conta acolá, que história vamos contar? – Com Ana Neila Torquato
O lúdico no desenvolvimento infantil – Com Simão de Miranda
Oficina de Teatro – Com Liduina Bartholo
Palco – Praça FLIPIRI
08h30 – Teatro de Fantoche
 
10h às 11h – Apresentação teatral “Baú de Histórias” do grupo Paepalantus
10h às 11h – Apresentação da programação da FLIPIRI na na Rádio Jornal Meya Ponte (87.9 FM)
11h às 12h – Bate-papo literário na Rádio Jornal Meya Ponte (87.9 FM)
14h às 15h – Apresentação teatral “Baú de Histórias” do grupo Paepalantus
15h às 16h – Programação cultural – Teatro de Fantoche
 
16h às 17h30 – FLIPIRI Jovem – Apresentação de Cristino Wapichana
17h30 às 18h – Maratona de contação de histórias
18h às 19h – Apresentação Cultural: Orquestra Sinfonia do Cerrado, de Niquelândia-GO
Salão Paroquial
10h às 12h – Encontro de Ilustradores – Valdério Costa, Adriana Nunes, Roger Mello
14h às 16h – Oficina de ilustração com Roger Melo/Oficina de Ilustração com Valdério Costa
19h às 20h – Conferência com Vera Maria Tietzmann e mediação de Lucília Garcez
Praça FLIPIRI
11h às 12h – Sessão de autógrafos com ilustradores presentes
14h às 16h – Encontro das academias de letras de Goiás
Mesa O futuro do livro no Brasil, com Ignácio de Loyola Brandão e Álvaro Modernell                                                                          Mediação: Íris Borges
16h às 17h – Sessão de autógrafos com ilustradores presentes
20h -Autógrafos com as autoras Vera Tietzmann e Lucília Garcez

24 de agosto

Palco – Praça FLIPIRI
14h às 16h – Mulherio das letras – Regional do Centro-Oeste
16h às 17h – Autógrafos
17h às 18h – Apresentação Cultural: Orquestra Brasília Sopro Sinfônica
18h às 19h – Apresentação Cultural: Camerata Caipira, seguida de lançamento do CD “Cadê o Bicho que Tava Aqui?”.
Salão Paroquial
10h às 12h – Encontro de Ilustradores – Fernando Lopes, Hector Ângelo e André Cerino.
14h às 16h – Oficina de ilustração com André Cerino/Oficina de ilustração com Fernando Lopes
19h às 20h – Mesa Brasil Plural, com José Almeida Jr.  e Cristino Wapichana
Praça FLIPIRI
16h às 17h – Lançamento do livro de Marieta Souza Amaral – mediação de Clara Arreguy, Isabella Rovo e Cristina Campos.
17h às 18h – Lançamentos independentes
Cinema
14h às 15h – Apresentação Musical, seguida de lançamento de livro da autora Moema Craveiro Campos (composições para iniciantes de piano inspiradas em ritmos brasileiros (baião, chorinho, marcha rancho, frevo, dentre outros)
15h às 17h – Projeção dos filmes Miss Pother e Mister Pip

*Com informações de Metrópole e Correio Braziliense

 

Parceiro:

 

A imagem pode conter: texto

A imagem pode conter: texto

Rua Luiz Fleury de Campos Curado, Qd 05,Lt 14, Bairro do Carmo
(62) 99520-1880

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here