A alma artística nos deixou

0
449

Em alguns sepultamentos, acontecidos em Pirenópolis, por diversas ocasiões, muitas pessoas viram os caixões serem conduzidos nos ombros dos carregadores, em sinal de referência aos falecidos. Pessoas respeitadas na comunidade, que de alguma maneira contribuíram com a educação, com a cultura, com a arte e o progresso de nossa cidade. Neste mês de março próximo passado, faleceu um pirenopolino de grande arte valor na arte musical, José Gonzaga Pereira, popularmente conhecido como “Ze de Ico”.

Exímio tocador de violão, que tantas vezes abrilhantou a revista “As Pastorinhas”, Auto apresentado todos os anos na festa do Divino. Deu brilho também nos “terços” rezados no Natal, nas novenas e muitos aniversários e nas “rezas” do dia de Reis. Na Banda de Música Phoenix, dava brilho com seu trombone, do qual tirava um som muito especial e quando estava acompanhando os Dobrados com o famoso “prato”.

Não tem como esquecer de suas participações em conjuntos em bailes em nossa cidade. Das belas noites de serestas pelas nossas ruas. Além de tocar, Ze de Ico era dono de uma voz grave afinadíssima. Só posso dizer que, se fossemos falar dos seus causos engraçadíssimas, de suas tiradas espertas, teria que ser escrito um livro, pelo seu grande legado a cultura de Pirenópolis.

Nossa homenagem é minúscula para dizer tudo sobre este grande artista, que escreveu sua história de vida, que tanto brilhantismo deu para a velha Meia Ponte. Por tudo que este Grande artista realizou, seu corpo deveria ter sido conduzido pelo carro dos bombeiros, até sua última morada. Obrigado “Ze de Ico”, por este parênteses, aberto na eternidade. Para que Pirenópolis saboreasse da arte, na sua passagem por Pirenópolis.

Nossa cidade perdeu, mas o mundo espiritual ganhou!

*Texto escrito pelo advogado Tassiano Brandão em homenagem a Zé de Ico que faleceu no início do mês de março.

 

Parceiro: Nenhuma descrição disponível.

Venha para a Pousada Planalto e se hospede com segurança e aconchego!

A Pousada Planalto fica na Rua Benjamim Constant, n.º 22 e em casas para temporada, pelos telefones (62) 3331.4239 e 98266.6456.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here