Dicionário de Pirenopolês da Preta

0
2048
Detalhe de um dicionário latim/portugues. Foto Cecília Bastos/Usp Imagens

Resultado de imagem para desenhos de pessoas falando

 

Resultado de imagem para desenhos de pessoas falando

 

Resultado de imagem para desenhos de pessoas falando

 

DICIONÁRIO DE PIRENOPOLÊS DA PRETA

Por: Preta de Lindomar

 

•ARANHADO: pessoa querendo comer muito, de olho grande

•BACATÃO: abacatão, “nem levanta o pé pra andar direito”, "bacatão no sofá" (Dete)

•CHASCAR: atrair, puxar pra si. Uma pessoa “chasquenta” é charmosa, magnética

•CRUZ: peso, pessoa pesada, que não soma

•CUSTOSA(O): difícil, “menino que dá trabalho”

•DERRANCAR: o leite, mingau ou curau que derrama

•EMBATUMOU: quase como empelotar, pode ser um monte de tinta ou cera num canto só, “espalha aí, tá embatumado”. Pode ser a polpa do suco na peneira, as fibras da manga, pedindo que espalhe pra sair o sumo

•ENFARAR: rejeitar, passar do satisfeito

•ENJÔO: pessoa chata, enjoada “-Fala direito com sua irmã”. “-Tchau maninha querida! ... Enjôo!!!” também “Fulana tá num enjôo, custando a decidir ou fazer algo”

•ESCULATEIRA: a vasilha de metal aonde passa o café e fica a tiquara

•ESGANADO: querendo comer muito​​ 

•ESGANBELADO: cheio de vontade de comer algo

•ESGANDAIADO: bagunçado

•ESTURRAR: “quando queima o arroz e sobe aquele fedorzão...”

•FORGADO: folgado, à vontade, relaxado. Diz-se também quando alguém se deu bem na vida, em termos materiais: “Agora, forgou!”

•FUBAZENTO: ranzinza

•FURUPA: confusão de gente, tudo misturado, “olha a furupa!”

•FUXICADO: amarrotado

•GODÓ: caldo grosso de sujeira

•LANHADO: arranhado, (z)unhado

•MACAMBUZA(O): emburrada(o), cabisbaixa(o)

•MALINAR: armar, planejar algo mal

•MAMÃO(ZÃO): molenga, pessoa mole

•MARAFUNDA: grande quantidade, “uma marafunda de coisa”

•MARIANAR: embolorar, escurecer

•MARMOTA: desajeitado, ‘é uma marmota mesmo!”

•MONTURO: monte de coisas diferentes juntas

•MUQUIFO: bagunça, “ó o muquifo que tá ali!”. Lugar bagunçado, desarrumado, “mora num muquifo”

•MURUNDUM: grande quantidade, “um murundum de roupa pra lavar”

•PÉ-DE-CHINELO: “paupérrimo”

•PÉ-DE-FERRO: estraga, destrói qualquer sapato, “passa por cima de tudo”

•PÉ-DE-MACACO: ranzinza

•PÉ-DE-PANO: “quem não tem nada”, pobre,”casou com um pé-de-pano”

•PETECO: bagunçado, sujo, “menino petecado de manga, de tinta”​​ 

•PISUADO: bolo solado, duro. “Pão de queijo pode pisuar também”

•QUIÇAÇA: mato alto, também mandar algo pra longe​​ 

•REBUÇAR: cobrir-se ou cobrir algo

•REPUNAR: rejeitar, de satisfeito que está. De repugnar

•SARANDI: assanhado, uma garrancheira, “o cabelo dela tá um sarandi!”

•SUPITAR: “pra cima do cheio, derramando”

•TINHANHA: forma muito carinhosa de falar de uma grande vontade. “Tô com uma tinhanha de doce”

•TIQUARA: café fraco, passado a segunda vez pras crianças (Gina)

•TREPEÇA: amontoado de coisas, bem desajeitado – “uma trepeça!”

 

EXPRESSÕES:​​ 

•CHEIO DOS EQUÊ: “cheio de prosa, de modinha, de nove horas”

•PASSAR A GUEROBA: quando um homem chama pra dançar e a mulher não vai, “dá até morte!”

•Ó, PR’OCÊ VÊ!!!: Veja bem, admiração, em ambos sentidos, pro bem e pro mal

•CAÇANDO CAIAIA: procurando confusão

•PIOR...: "Pior que é!" resumido

•QUÁ!!!: de “qual o quê” dos portugueses, admiração. Também pode traduzir um “larga pra lá, deixa quieto, quá...”

•RENGA!: “uma ênfase”, uma força, um elogio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here