Pessoas com comorbidades deverão apresentar relatório médico para se vacinarem contra a Covid-19

0
391

Encerrando a vacinação em idosos acima dos 60 anos, o Plano Nacional de Imunização irá mirar aquelas pessoas que possuem comorbidades e doenças pré-existentes. A expectativa é que essa fase seja iniciada em maio. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, para que a pessoa possa ser imunizada, será necessário um comprovante médico ou um atestado com a classificação da doença.

Conforme definido no PNO, o grupo das pessoas com comorbidades será o próximo a ser contemplado com a vacina contra a Covid-19. A pessoa para ser vacinada deverá apresentar um comprovante, como relatório médico, por exemplo. O critério de prioridade será por ordem decrescente de idade até completar todo o grupo, conforme disponibilidade de doses.

Quais seriam as comorbidades?

Segundo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, estão listadas as seguintes condições dentro do segmento de pessoas com comorbidades:

– Qualquer tipo de diabetes

– Pneumopatias crônicas graves

– Hipertensão arterial resistente

– Hipertensão arterial estágio 3

– Hipertesão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo

– Insuficiência cardíaca

– Hipertensão pulmonar

– Cardiopatia hipertensiva

– Síndromes coronarianas

– Valvopatias

– Miocardiopatias e pericardiopatias

– Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas

– Arritmias cardíacas

–  Cardiopatias congênitas no adulto

– Dispositivos cardíacos implantados

– Doença cerebrovascular

– Doença renal crônica

– Imunossuprimidos

– Anemia falciforme

– Obesidade mórbida

– Síndrome de down

*Com informações de Diário de Goiás

Parceiro:

Nenhuma descrição de foto disponível.

Venha para Odonto Company você irá se surpreender!

Rua Benjamin Constant, 65 Quadra 57, Lote 6.
Telefone: (62) 99283-9664

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here