‘É lei. É um direito’: Mães cobram professores de apoio para filhos em escolas de Pirenópolis

0
335

O ano letivo começou no início deste mês na rede municipal de ensino de Pirenópolis, mas, desde o início do cronograma escolar, pais de alunos com deficiência denunciam a ausência de professores de apoio nas aulas. Sem o acompanhamento dos educadores especiais, a preocupação é que o aproveitamento dos estudantes seja comprometido.

Em vários canais nas redes sociais, mães denunciam a situação. Uma destas mães, chamada Michele, pede ajuda da população para tentarem resolver esse problema.  “Minha filha tem paralisia cerebral e estuda no Complexo Educacional Dom Bosco. Lá e todas as outras escolas municipais de Pirenópolis não tem professores pedagógicos. Eu estou aqui pedindo ajuda por ela e por todas as outras crianças. Já fomos no Ministério Público, imprensa e até agora nada foi feito. Tem crianca que nem está frequentando as aulas por falta destes professores pedagógicos. Não tenho influência na cidade, mas precisamos de ajuda urgente, não sabemos como lidar com essa situação”, desabafou uma mãe.

Para a mãe, que preferiu não se identificar, a situação é motivo de revolta e preocupação. “Estou indignada com esse descaso porque ele precisa de monitoramento e sei que é um direito dele ter o professor de apoio, é lei”, finalizou.

A Secretaria Municipal de Educação ainda não se pronunciou sobre o problema, mas assim que obtivermos a resposta traremos para a população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here