Brasil contará com 301 atletas nas Olimpíadas de Tóquio. Conheça delegação completa:

0
462
O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) é responsável por  301 atletas em 35 das 50 modalidades inscritas para os Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão). A quatro dias da abertura dos Jogos, direto da capital japonesa, o Time Brasil, conta com 140 mulheres e 161 homens, é o maior contingente enviado pelo país a uma edição da Olimpíada no exterior. Serão 174 estreantes na edição japonesa, e 31 medalhistas olímpicos (18 deles campeões em suas modalidades).

Ao todo, 79 atletas do país – nove modalidades – desembarcaram no Japão e seguiram para a Vila Olímpica, aberta oficialmente no último dia 13. O local receberá cerca de 11 mil atletas provenientes de 206 países, entre eles o Brasil.  O paulista João Victor Marcari Oliva, do hipismo de adestramento, foi o primeiro atleta do país a se hospedar na Vila  Olímpica, na quinta (15). Por enquanto, os atletas as equipes estão distribuídas por cinco cidades japonesas: Ota, Hamamatsu, Enoshima, Sagamihara e Nagato.

Police officers patrol at the Athletes Village ahead of Tokyo 2020 Olympic Games in Tokyo

Além dos 301 inscritos, o Time Brasil contará também com 18 atletas substitutos, também chamados de alternativos, para eventualidades como lesões, que atuarão conforme regras específicas de cada modalidade.

Vacinação e prevenção à covid-19

Dos 301 atletas, 270 receberam a primeira dose da vacina. De acordo com Jorge Bichara, alguns decidiram por não se imunizar,  mas o COB optou por não revelar a identidade deles.

Os protocolos de controle à disseminação da covid-19 em Tóquio 2020 estabelecem exames diários de antígeno (saliva) em todos os atletas e integrantes das delegações.  No caso de diagnóstico positivo para covid-19, é realizado um novo teste, o PCR, também de saliva. Se o resultado comprovar a presença do vírus, haverá um um terceiro  exame (nasofaringe) para confirmar definitivamente a doença.

Quem de fato estiver infectado, cumprirá quarentena de 14 dias em área de isolamento específica e passará a ser monitorado por funcionários do governo japonês. Também haverá rastreio de todos os contatos feitos pelo infectado – por mais de 15 minutos de duração e com menos de um metro de distância – e todos que testarem positivo também cumprirão quarentena de 14 dias.

Veja lista dos atletas brasileiros classificados 

Atletismo (53 atletas)

Masculino

alison dos santos 400 m com barreiras
Alison dos Santos, a maior chance do atletismo em Tóquio (Wagner Carmo/CBAt)

Paulo André Camilo de Oliveira (Pinheiros) – 100m rasos – 10.04 (0.9), 4x100m masculino

Aldemir Gomes Junior (Pinheiros) – 200m rasos – 20.17 (0.9)

Gabriel Constantino (Pinheiros) – 110m com barreiras – 13.18 (0.8)

Eduardo de Deus (Orcampi) – 110m com barreiras – 13.30 (0.7)

Alison Brendom dos Santos (Pinheiros) – 400 m com barreiras – 48.28

Marcio Telles (Orcampi) – 400 m com barreiras – 48.60

Thiago Braz (Pinheiros) – salto com vara – 5,92 m

Augusto Dutra (Pinheiros) – salto com vara – 5,80 m

Alexsandro Melo (Orcampi) – salto triplo – 17,20 m

Almir Cunha dos Santos(Sogipa) – salto triplo – 17.15 (1.0)

Darlan Romani (Pinheiros) – arremesso do peso – 22,61 m

Daniel Chaves (ASA São Bernardo) – maratona – 2:11:10

Paulo Roberto de Almeida Paula – maratona – 2h10min08s

Caio Bonfim (CASO) – 20 km marcha atlética – 1:18:47

Felipe dos Santos – decatlo – 8.364 pontos

Samory Uiki – salto em distância – 8m23

Matheus Gabriel de Liz Correa – 20 km marcha atlética – 1:20:49.13

Daniel Nascimento – maratona – 2h09min06

Thiago André – 800m – 1:44.92

Felipe Bardi – 100m rasos e 4x100m rasos

Derick de Souza– 4x100m

Rodrigo do Nascimento – 100m e 4x100m

Rafael Pereira – 110m com barreiras

Jorge Vides – 200m rasos e 4x100m

Lucas Mazzo – 20 km marcha atlética

Mateus Sá – salto triplo

Lucas Vilar – 200 m rasos

Lucas Carvalho – 400m

Pedro Burmann de Oliveira – Revezamento 4×400 m misto

Anderson Henriques – 4x400m misto

Altobeli da Silva – 3000m com obstáculos

Fernando Ferreira – Salto em altura

Thiago Moura – Salto em altura

*A equipe de atletismo definiu João Henrique Falcão como atleta AP do revezamento 4x400m misto.

Feminino

Vitória Rosa (Pinheiros) – 200m rasos – 22.72 (0.4)

Érica Rocha de Sena (Pinheiros) – 20 km marcha atlética – 1:27:37

Andressa Oliveira de Moraes (Pinheiros) – lançamento do disco – 65,34 m

Chayenne da Silva (EMFCA) – 400 m com barreiras – 55.15

Núbia Soares – Salto triplo – 14,68m (0,5)

Rosângela Santos – 100m rasos e 4x100m rasos

Ana Carolina Azevedo – 200m rasos e 4x100m rasos

Ana Claudia Lemos – 4x100m rasos

Bruna Farias – 4x100m rasos

Laila Ferrer – Lançamento do Dardo

Jucilene de Lima – Lançamento do Dardo

Tiffani Marinho – 400m e 4x400m misto

Geisa Arcanjo – Arremesso de peso

Tabata Vitorino – 4x400m misto

Izabela da Silva – Lançamento de Disco

Eliane Martins – Salto em distância

Ketiley Batista – 100m com barreiras

Tatiane Raquel – 3000m com obstáculos

Simone Ferraz – 3000m com obstáculos

A equipe de atletismo definiu Geisa Coutinho (4x400m misto) e Lorraine Martins (4x100m) como atletas AP dos revezamentos.

Badminton (2 vagas)

Ygor Coelho Campeonato Pan-americano de badminton Guatemala individual masculino
BWF

Ygor Coelho, pela segunda vez na carreira, e Fabiana Silva serão os representantes brasileiros no badminton dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

Já Fabiana Silva chegou a ser convocada como reserva para a Rio-2016 e vai disputar uma Olimpíada pela primeira vez.

Boxe (7 vagas)

Beatriz Ferreira - Bia Ferreira - Boxe - Lima 2019 - Jonne RorizCOB
Campeã mundial e dos Jogos Pan-Americanos em 2019, Beatriz Ferreira é o grande nome do Brasil (Jonne Roriz/COB)

Com o cancelamento do Pré-Olímpicos das Américas por causa da pandemia, o Brasil ficou com sete vagas pelo ranking:

Wanderson Oliveira (63 kg)

Abner Teixeira (91 kg)

Hebert Conceição (75 kg)

+ Confira TODAS as categorias do boxe masculino e feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Beatriz Ferreira (60 kg).

Keno Machado (81 kg)

Graziele de Jesus (51 kg)

Jucielen Romeu (57 kg)

Canoagem Slalom (2 vagas)

Ana Sátila está classificada para disputar duas provas na Olimpíada de Tóquio
Ana Sátila vai disputar duas provas na Olimpíada de Tóquio (Jonne Roriz/COB)

Ana Sátila – C1 e K1 feminino

Pedro Henrique Gonçalves – K1 masculino

Canoagem Velocidade (3 atletas)

Isaquias Queiroz e Erlon de Souza, no Mundial de Canoagem de Velocidade, conquistaram a classificação para a Olimpíada de Tóquio
Isaquias Queiroz e Erlon de Souza serão esperança de medalha em Tóquio (Divulgação)

Com a medalha de bronze conquistada no Mundial no C2 100m, os brasileiros Isaquias Queiroz e Erlon de Souza garantiram a classificação para Tóquio.

No entanto, por conta de uma lesão do companheiro, o três vezes medalhista na Rio-2016 será acompanhado porJacky Godmannos Jogos de Tóquio. Eles disputarão as provas do C1 1000m masculino e C2 1000m masculino.

O Brasil também assegurou classificação no K1 1000 m depois da realocação de vagas feita pela Federação Internacional (ICF) após o cancelamento do Pré-Olímpico das Américas de canoagem velocidade.

Vágner Souta será o representante.

Ciclismo BMX (2 atletas)

Renato Rezende BMX Missão Europa
(Rafael Bello/COB)

Ao final do período de classificação para os Jogos, Renato Rezende e Priscilla Stevaux foram os dois brasileiros melhores colocados no ranking olímpico.

Os dois foram confirmados pela CBC (Confederação Basileira de Ciclismo) como representantes do país no Japão.

Ciclismo Mountain Bike (3 atletas)

Henrique Avancini - Copa do Mundo de mountain bike
Henrique Avancini vai chegar a Tóquio como esperança de medalha para o Brasil no ciclismo mountain bike

Com o fechamento da classificação olímpica, o Brasil terminou em quarto lugar no ranking masculino de nações, garantindo duas vagas para os Jogos. No feminino, o país ficou em 18.º e ficou com uma cota.

Henrique AvanciniLuiz Henrique Cocuzzi e Jaqueline Mourão foram os convocados.

Esgrima (2 atletas)

A campeã mundial Nathalie Moellhausen vai representar o Brasil em Tóquio (Reprodução)

Nathalie Moellhausen teve a vaga na espada feminina oficializada depois da participação da atleta na Copa do Mundo de espada.

guilherme toldo

Quem também garantiu presença em Tóquio nfoi Guilherme Toldo, que se classificou matematicamente para o florete masculino pelo desempenho que teve no Grand Prix de florete em Doha, no Qatar.

Futebol Feminino (18 atletas)

seleção brasileira de futebol feminino foi a primeira a se classificar para a Olimpíada de Tóquio
Marta vai liderar o Brasil em mais uma Olimpíada (Créditos: A2M/CBF)

A Seleção Brasileira de futebol feminino garantiu a classificação com a conquista do hexacampeonato da Copa América, em abril de 2018. Para chegar ao título, o Brasil venceu todas as sete partidas que disputou, marcou 31 gols e só sofreu dois na competição que foi disputada no Chile.

No dia 18 de junho, a técnica Pia Sundhage divulgou as 18 atletas que representarão a seleção feminina nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 na briga pela primeira medalha dourada na modalidade. Contando com Marta e Formiga como líderes do grupo, o destaque da convocação ficou por conta da ausência da centroavante Cristiane, maior artilheira da história olímpica e que fica de fora de uma Olimpíada após ter participado das últimas quatro edições.

No dia 30 de junho, a Fifa ampliou o número de convocadas e o grupo passou a ser formado por 22 atletas.

Goleiras: Bárbara (Avaí/Kindermann) e Letícia Izidoro (Benfica-POR)

Defensoras: Poliana (Corinthians), Bruna Benites (Internacional), Rafaelle (Palmeiras), Erika (Corinthians), Tamires (Corinthians), Jucinara (Levante-ESP), Poliana (Corinthians)

Meio-Campistas: Marta (Orlando Pride-EUA), Formiga (São Paulo), Andressinha (Corinthians), Júlia Bianchi (Palmeiras), Duda (São Paulo), Debinha (North Carolina Courage), Angelina (Ol Reign/EUA)

Atacantes: Ludmila (Atlético de Madrid-ESP), Bia Zaneratto (Palmeiras), Geyse (Madrid CFF)

**Após autorização do COI para a inscrição de quatro jogadoras adicionais, a seleção feminina definiu Aline Reis (Tenerife-ESP)Andressa Alves (Roma-ITA)Giovana Queiroz (Barcelona-ESP) e Letícia Santos (Frankfurt-ALE)

Futebol Masculino (18 atletas)

seleção de futebol masculino se classificou para a Olimpíada de Tóquio depois de ganhar de 3 a 0 da Argentina
Seleção masculina vai tentar o bicampeonato em Tóquio (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A seleção brasileira de futebol masculino se classificou para os Jogos Olímpicos de Tóquio com o vice-campeonato do Torneio Pré-Olímpico, disputado entre janeiro e fevereiro de 2020. A equipe comandada por André Jardim terminou a competição invicta com seis vitórias e dois empates. Na última rodada, os brasileiros carimbaram a faixa da campeã Argentina com uma vitória por 3 a 0.

No dia 30 de junho, a Fifa ampliou o número de convocadas e o grupo passou a ser formado por 22 atletas.

GoleirosSantos (Athletico-PR), Brenno (Grêmio)

Laterais: Daniel Alves (São Paulo), Gabriel Menino (Palmeiras), Guilherme Arana (Atlético-MG) e Abner (Athletico)

Zagueiros: Ricardo Graça (Vasco), Nino (Fluminense), Diego Carlos(Sevilla) e Bruno Fuchs (CSKA)

Meias: Douglas Luiz (Aston Villa), Bruno Guimarães (Lyon), Malcom (), Matheus Henrique (Grêmio)

AtacantesMatheus Cunha (Hertha Berlim), Antony (Ajax), Paulinho (Bayer Leverkusen) e Richarlison (Everton)

**Após autorização do COI para a inscrição de quatro jogadores adicionais, a seleção masculina definiu Claudinho (Red Bull Bragantino), Lucão (Vasco), Martinelli (Arsenal) e Reinier (Borussia Dortmund) como atletas AP (atletas substitutos) da equipe.

Ginástica Artística (7 atletas)

Flavia Saraiva, na final do individual geral do Mundial de ginástica artística, quando garantiu a classificação para a Olimpíada de Tóquio
Flávia Saraiva vai disputar em Tóquio a segunda Olimpíada de sua carreira
(Ricardo Bufolin/CBG)

Flávia Saraiva e Rebeca Andrade – individual feminino

Equipe masculina (4 atletas)

Arthur NoryArthur ZanettiChico BarretoCaio Souza e Diogo Soares ficaram com as vagas. Zanetti irá competir somente nas argolas, enquanto que os outros integrarão a equipe masculina.

Ginástica Rítmica (5 vagas)

Ginástica Rítmica Tóquio 2021 Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
Ricardo Bufolin/CBG

O conjunto brasileiro de ginástica rítmica garantiu cinco vagas nos Jogos Olímpicos de Tóquio ao conquistarem o título do Pan-Americano da modalidade.

No dia 8 de julho, Beatriz Linhares, Deborah Medrado, Geovanna Santos, Maria Eduarda Arakaki e Nicole Pírcio foram confirmadas como as integrantes que representarão o Brasil.

Handebol feminino (14 atletas)

seleção de handebol feminino se classificou para a Olimpíada de Tóquio com o título dos Jogos Pan-Americanos
Brasil, de Duda Amorim, se classificou com o título dos Jogos Pan-Americanos de Lima (Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br)

Handebol masculino (14 atletas)

Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
(Stefan Ivanović/RSCG)

A seleção brasileira de handebol masculino se classificou para os Jogos de Tóquio ao ficar em segundo lugar no Pré-Olímpico disputado em Montenegro. O Brasil perdeu na estreia para a Noruega, mas venceu a Coreia do Sul e depois o Chile para ficar com a vaga.

  • Goleiros: Rangel da Rosa e Leonardo Terçariol;
  • Laterais-direitos: Gustavo Rodrigues e José Guilherme Toledo;
  • Laterais-esquerdos: Leonardo Dutra, Thiagus Petrus, Thiago Ponciano e Haniel Langaro;
  • Pontas-direitas: Rudolph Hackbarth;
  • Pontas-esquerdas: Felipe Borges e Guilherme Torriani;
  • Central: João Pedro da Silva;
  • Pivôs: Rogério Moraes e Vinicius Teixeira.
  • **Após autorização do COI para a inscrição de um décimo quinto jogador, a seleção masculina definiu Fábio Chiuffa como atleta AP (atleta substituto).

Hipismo Adestramento (1 atleta)

Brasil só conseguiu classificar um atleta no hipismo adestramento para a Olimpíada de Tóquio
Brasil só terá um atleta no hipismo adestramento na Olimpíada de Tóquio

O Brasil conquistou a vaga por equipes no adestramento ao terminar com a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos, mas as três vagas da equipe precisavam ser confirmadas no segundo semestre de 2019.

João Victor Oliva levou a melhor sobre Leandro Lima, que também havia atingido a marca, e ficou com a única vaga da competição individual do adestramento em Tóquio.

Hipismo CCE (3 atletas)

Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
Prata nos Jogos Pan-Americanos classificou a equipe do CCE para Tóquio
(Jose Sotomayor / Lima 2019)

A conquista das quatro vagas no Conjunto Completo de Equitação veio com a medalha de prata por equipes nos Jogos Pan-Americanos.

Carlos Parro
Marcelo Tosi
Rafael Losano
**Foi definido ainda que Márcio Appel será o atleta AP (atleta substituto) da equipe.

Hipismo Saltos (3 vagas)

Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
Brasil tem tradição no hipismo saltos em Jogos Olímpicos

medalha de ouro por equipes nos Jogos Pan-Americanos fez com que quatro atletas brasileiros fossem classificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Pedro Veniss/Quabri de L’Isle ( Luiz Francisco Azevedo/ Comic haviam sido chamados inicialmente, mas uma lesão no cavalo tirou o conjunto do time)
Marlon Zanotelli/ VDL Edgar
Rodrigo Pessoa/ Carlitos Way
Yuri Mansur/ QH Alfons Santo Antonio.
**Ainda não foi informado publicamente quem será o atleta AP (atleta substituto) da equipe.

Judô (13 atletas)

Masculino

Eric Takabatake (-60kg),

Daniel Cargnin (-66kg)

Eduardo Barbosa (-73kg)

Eduardo Yudi Santos (-81kg)

Rafael Macedo (-90kg)

Rafael Buzacarini (-100kg)

Rafael Silva “Baby” (+100kg)

Feminino

Gabriela Chibana (-48kg)

Larissa Pimenta (-52kg)

Ketleyn Quadros (-63kg)

Maria Portela (-70kg)

Mayra Aguiar (-78kg)

Maria Suelen Altheman (+78kg)

Levantamento de peso (3 atletas)

Jaqueline Ferreira (87kg feminino) e Nathasha Rosa (feminino 49kg) sãoos brasileiros classificados no levantamento de peso para os Jogos Olímpicos.

Fernando Reis (+109kg masculino) estava classificado, mas foi pego no exame antidoping e foi cortado da delegação.

Maratona Aquática (1 atleta)

Ana Marcela Cunha se classificou para a Olimpíada de Tóquio com quinto lugar no Mundial Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
Ana Marcela Cunha se classificou para a Olimpíada de Tóquio com quinto lugar no Mundial (Divulgação)

Ana Marcela Cunha

Natação (26 atletas)

Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
Bruno Fratus conseguiu índice nos 50 m livre (Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Pentatlo Moderno (1 atleta)

Maria Ieda Guimarães se classificou para a Olimpíada ao ficar em quarto lugar no pentatlo moderno feminino dos Jogos Pan-Americanos

Remo (1 atleta)

lucas verthein regata de qualificação olímpica do remo Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
dilvulgação

Lucas Verthein garantiu a classificação para os Jogos Olímpicos no Single Skiff

Rugby Sevens feminino (12 atletas)

Série Mundial de Rugby sevens feminina Brasil venceu o Pré-Olímpico sul-americano para se classificar para a Olimpíada de Tóquio
Brasil venceu o Pré-Olímpico sul-americano para se classificar para a Olimpíada de Tóquio
(João Neto/Fotojump)

A Seleção Brasileira de rugby sevens feminino conquistou a classificação para a disputa da Olimpíada de Tóquio 2020 ao conquistar o título do Pré-Olímpico sul-americano, disputado em Lima, no Peru, em junho de 2019.

– Aline Furtado
– Bianca Silva
– Haline Scatrut
– Isadora Cerullo
– Leila Silva
– Luiza Campos
– Marina Costa
– Mariana Nicolau
– Rafaela Zanellato
– Raquel Kochhann
– Thalia Costa
– Thalita Costa

Saltos Ornamentais (4 atletas)

Luana Lira garantiu a vaga através da Copa do Mundo de 2021 no Japão que serviu como Pré-Olímpico Satiro Sodré/rededoesporte.gov.br

– Ingrid Oliveira – Plataforma 10m
– Isaac Souza – Plataforma 10m
– Kawan Pereira – Plataforma 10m
– Luana Lima – Trampolim 3m

Skate (12 atletas)

luiz francisco luizinho STU National circuito brasileiro de skate Criciúma
Luiz Francisco, o Luizinho (Tauana Sofia)

Com o cancelamento do Mundial de Park masculinoLuiz Francisco garantiu por antecipação a classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Luizinho ganhou a companhia no park feminino de Dora Varella, Isadora Pacheco e Yndiara Asp, que se classificaram no park feminino com os pontos somados no Dew Tour.

Ainda por conta dos resultados no Dew Tour, Pedro Barros e Pedro Quintas também garantiram suas classificações, fechando o time brasileiro no skate park.

No Mundial de street, Pamela RosaLetícia Bufoni e Rayssa Leal asseguraram suas vagas no feminino e Kelvin Hoefler, Felipe Gustavo e Giovanni Viana se garantiram no masculino.

Surfe (4 atletas)

Ítalo Ferreira, campeão da WSL
Atual campeão mundial, Ítalo Ferreira estará em Tóquio (WSL/Cestari SOCIAL)

Os brasileiros Ítalo Ferreira,Gabriel MedinaTatiana Weston-Webb Silvana Lima são os atletas classificados no surfe masculino e feminino para a Olimpíada de Tóquio. As vagas foram conquistadas no Mundial de 2019.

Taekwondo (3 atletas)

Edival Pontes, Ícaro Miguel e Milena Titoneli são os atletas brasileiros classificados no taekwondo para a Olimpíada de tóquio
Edival Pontes, Ícaro Miguel e Milena Titoneli estarão na Olimpíada de Tóquio

O Brasil conseguiu três vagas no Pré-Olímpico de taekwondo, disputado em San José, na Costa Rica. Garantiram vagas nos Jogos Olímpicos de Tóquio:

Edival Pontes, o Netinho – categoriapeso pena masculino(até 68kg)

Ícaro Miguel– categoria peso médio masculino (até 80kg)

Milena Titoneli – categoria peso médio feminino (até 67 kg)

Tênis (7 atletas)

João Menezes, na Copa Davis
João Menezes conseguiu a vaga nos Jogos Pan-Americanos (Luiz Candido/CBT)

João Menezes conseguiu a vaga para representar o Brasil no torneio de tênis dos Jogos Olímpicos de Tóquio ao ganhar a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, mas só teve ela 100% confirmada com o fechamento do ranking olímpico. Ele precisava estar entre os 300 melhores e ocupava a 221.ª posição.

Além dele, Thiago Monteiro, número 1 do país, vai participar da chave individual graças a várias desistências de tenistas melhor colocados do que ele.

Os tenistas Bruno Soares e Marcelo Melo carimbaram presença nos Jogos Olímpicos da capital japonesa. A dupla voltará a atuar lado a lado após representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2012 e 2016, tendo ficado nas quartas de final em ambas as ocasiões na chave de duplas masculinas.

Marcelo Demoliner conseguiu a vaga para jogar ao lado de Thiago Monteiro.

Um dia depois, Luisa Stefani e Laura Pigossi também foram confirmadas na chave de duplas feminina.

Tênis de Mesa (6 atletas)

Hugo Calderano no Aberto da Áustria de tênis de mesa Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
Número 7 do mundo, Hugo Calderano é o principal nome do Brasil (ITTF)

A suada vitória de Hugo Calderano na final do torneio individual de tênis de mesa nos Jogos Pan-Americanos assegurou ao brasileiro a vaga para a Olimpíada de Tóquio. Além disso, as equipes feminina e masculina se classificaram ao vencer o Pré-Olímpico Latino-Americano. Ao todo, seis brasileiros estão classificados na modalidade.

A CBTM (Confederação Brasileira de Tênis de Mesa) divulgou a lista com seis atletas titulares que participarão da Olimpíada de Tóquio. São eles: Bruna TakahashiGustavo TsuboiHugo CalderanoJessica Yamada e Caroline Kumahara e Vitor Ishiy.

Pouco depois, os técnicos da seleção definiram que Hugo Calderano Bruna Takahashi, Gustavo Tsuboi e Jessica Yamada disputarão os torneios Individual masculinoIndividual femininoOs outros dois competirão na Equipe feminina e na Equipe masculina.

Tiro esportivo (1 atleta)

Medalha de prata nos Jogos Olímpicos Rio-2016, o atirador Felipe Wu garantiu a classificação para Tóquio com o quarto lugar na Copa do Mundo de tiro esportivo realizada em Nova Déli, na Índia. O resultado fez o atirador subir no ranking mundial e carimbar o passaporte para Tóquio.

Tiro com arco (2 atletas)

classificação tiro com arco Marcus D'Almeida Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
Marcus D’Almeida vai disputar sua segunda Olimpíada (Reprodução/Instagram)

Marcus D’Almeida fez história nos Jogos Pan-Americanos ao ganhar a primeira prata do Brasil na modalidade. De quebra, carimbou o passaporte para Tóquio.

Ane Marcelle dos Santos se classificou em Pré-Olímpico disputado em março de 2021 e realizado em paralelo com o Campeonato Pan-Americano da modalidadeem Monterrey, no México. Ela ficou com uma das três vagas disponíveis na competição.

Triatlo (3 atletas)

Luisa BaptistaVittoria Lopes e Manoel Messias garantiram as suas classificações para a disputa de Tóquio através do ranking olímpico da modalidade.

Vela (13 atletas)

Martine Grael e Kahena Kunze - Mundial classificação Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
Martine e Kahena vão atrás do bi olímpico (Foto: © Pedro Martinez / Sailing Energy)

Os classificados da vela são:

Finn (1 atleta) – Jorge Zarif conquistou a vaga para a disputa da Olimpíada de Tóquio no Campeonato Europeu de vela, disputado em maio de 2019.

49er FX (2 atletas) – As campeãs olímpicas Martine Grael Kahena Kunze garantiram a vaga para o Brasil durante o Mundial de vela, disputado em Aarhus, na Dinamarca, em agosto de 2018.

Laser (1 atleta) – João Pedro Oliveira classificou o Brasil para a Olimpíada de Tóquio ao ficar em 19º lugar no Mundial de vela, disputado em Aarhus, na Dinamarca, em agosto de 2018, mas quem ficou com a vaga foi Robert Scheidt, que carimbou o passaporte para Tóquio, em fevereiro de 2020, no Mundial de laser.

Nacra 17 (2 atletas) – Samuel Albercht e Gabriela Nicolino garantiram vaga para o Brasil durante o Mundial de vela em Aarhus, na Dinamarca, ao se classificar em quinto lugar para a regata da medalha.

470 feminina (2 vagas) – Fernanda Oliveira e Ana Barbachan conseguiram a vaga para o Brasil no Mundial da classe em agosto de 2019

470 masculina – Henrique Haddad e Bruno Benthlem – 470 masculino (2)

49er masculina (2 vagas) – Marco Grael e Gabriel Borges conquistaram a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos e classificaram o Brasil para Tóquio

RS:X (1 vaga)  – Patrícia Freitas

Vôlei Feminino (12 atletas)

Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
(Divulgação/FIVB)

O Brasil carimbou o passaporte para ir a Tóquio ao vencer Camarões, República Domincana e Azerbaijão no Pré-Olímpico em 2019. Depois do do vice-campeonato da Liga das Nações em 2021, José Roberto Guimarães definiu as convocadas:

Levantadoras:
Macris
Roberta

Oposta:
Tandara

Oposta/Ponteira:
Rosamaria

Ponteiras:
Gabi
Natália
Fernanda Garay
Ana Cristina

Centrais:
Carol
Carol Gattaz
Bia

Líbero:
Camila Brait

Vôlei masculino (12 atletas)

Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
Classificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio (FIVB)

Foi suado! No Pré-Olímpico masculino, o Brasil só conseguiu a classificação para os Jogos Olímpicos depois de uma batalha contra a Bulgária. A equipe estava perdendo por 2 a 0 para os búlgaros,mas conseguiu a virada e venceu por 3 a 2.

Levantadores:
Bruninho (Modena/Itália)
Cachopa (Sada Cruzeiro)

Opostos:
Wallace  (Sada Cruzeiro)
Allan (Kuzbass Kemerovo/Rússia)

Ponteiros:
Leal (Modena/Itália)
Lucarelli (Trentino/Itália)
Douglas Souza (Taubaté)
Maurício Borges (Vibo Valentia/Itália)

Centrais:
Maurício Souza (Minas)
Lucão (Campinas)
Isac (Sada Cruzeiro)

Líbero:
Thales (Taubaté)

Vôlei de praia (8 atletas)

Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.
Divulgação/FIVB

Brasileiros classificados:

Feminino:

Agatha/DudaeAna Patrícia/Rebecca

Masculino:

Bruno Schmidt/Evandro e Alison/Álvaro Filho

Wrestling (3 atletas)

Confira a lista de todos os atletas brasileiros classificados para a Olimpíada de Tóquio 2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.

São três classificados. Eduard Soghomonyan garantiu a classificação para a Olimpíada de Tóquio na luta greco-romana na seletiva disputada no Canadá em março.

No mesmo torneio, Aline SilvaeLaís Nunes se classificaram no wrestling feminino.

Fontes: Agência Brasil e Olimpíada Todo Dia

Parceiro:

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas e texto que diz "ACADEMIAFM FORÇA& MÚSCULO"

Endereço: Rua Benedito Pina, 8 –  Pirenópolis, GO
Telefone: (62) 3331-2154

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here