Pirenópolis recebe reforço de mais quatro respiradores para enfrentamento à Covid-19

0
427

Nenhuma descrição disponível.

A Prefeitura de Pirenópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), recebeu, nesta terça-feira (16), quatro novos respiradores (aparelho de ventilação pulmonar), para auxiliar o município no enfrentamento à Covid-19. Os equipamentos foram solicitados pela gestão municipal diretamente ao Ministério da Saúde,.

O pedido feito ao Ministério da Saúde é fruto do constante esforço da atual administração para expandir a capacidade de assistência aos pacientes que evoluem para uma insuficiência respiratória, em decorrência do novo coronavírus.

Com a nova aquisição, foi ampliado para 08, o número de respiradores para atender à demanda da UTI do Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime. A secretária de Saúde, Fernanda Teles, explica que a solicitação foi feita ao MS no dia 26 de fevereiro. “Fomos contemplados com 4 respiradores, dois de modelo UTI e dois de transporte. O município recebeu, mas como não temos hospital municipal e devido a situação grave da pandemia, nós os emprestamos ao hospital estadual por tempo indeterminado. Foi feito um termo de sessão com o hospital, assegurando o ônus e bônus de responsabilidade da instituição. Eles terão que fazer a manutenção e tudo mais que exigido para o perfeito funcionamento desses aparelhos”, explicou.

Devido a uma exigência do Governo Estadual, o hospital de Pirenópolis atende os pacientes de todo o estado. “Estamos recebendo pacientes de outras cidades, como também outras cidades estão atendendo pacientes de Pirenópolis”, esclareceu a secretária, acrescentando que o Hospital Ernestina estará abrindo em breve, mais dez leitos de UTI, “já haviam 4 leitos com respiradores, somando esses 10 que irão abrir, Pirenópolis contará com 14 leitos de UTI e 8 com respiradores”, completou.

A secretária pede que as pessoas tenham conscientização de que as medidas preventivas são as melhores ações a se fazer no momento, ou seja, não realizar festas clandestinas, respeitar o distanciamento, higienização constante, uso de máscaras e se manter em casa sempre que possível. “É o mais importante nesse momento. Não subestimem o vírus. Sabemos da existência dessa nova variante e o quanto ela é letal. Estamos aguardando resultados dos exames para saber se ela chegou ao município. Ela está atingindo todas as faixas etárias, não só o grupo de risco. Estamos muito preocupados”, finalizou Fernanda Teles, secretária de Saúde de Pirenópolis.

Parceiro:

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição de foto disponível.

(62) 3331-1655

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here