Ritmo lento na vacinação contra Covid-19 em Pirenópolis. Apenas 140 doses semanalmente

0
277

Nenhuma descrição disponível.

Depois de uma semana, Pirenópolis recomeça a vacinar os idosos acima de 75 anos. A média até ontem(19) era de 1323 doses aplicadas. Na sexta passada (12), como foi noticiado pelo jornal Pirenópolis Online, chegou um lote de 140 doses da vacinas, que acabou rapidamente, um ritmo considerado lento por especialistas. Essa situação é enfrentada também pelo estado e o país.

Pirenópolis

A Secretaria Municipal de Saúde informa sobre a disponibilidade de doses da vacina contra o COVID-19 para idosos acima de 75 anos e reforça a necessidade da adesão de toda população dentro da faixa etária. A vacinação está sendo realizada no modelo Drive-Thru, onde não é necessário sair do veículo, começou a partir das 08:30 irá até as 11:00 e das 13:00 às 16:00. Todos devem comparecer com seu cartão de vacinação, documento com foto, CPF e cartão do SUS. O Posto de Vacinação, ou Unidade Básica de Saúde Meia Ponte, se localiza na Rua Tupi, qd 17, s/n – Setor Meia Ponte, o telefone de lá é (62) 3331-2825.

Pirenópolis soma, desde o início da pandemia até ontem (18), 906 casos de Covid-19 confirmados, 27 óbitos em decorrência da doença, 193 casos ativos e 1323 vacinados. Os casos ativos estão aumenta rapidamente, em média 30 casos/dia, pois na última quarta(17) haviam sido detectados 164. Veja o comparativo abaixo:

Nenhuma descrição disponível.

Vacinação a passo de tartaruga em todas as esferas

Na madrugada de ontem, o estado de Goiás recebeu mais 134 mil doses de Coronavac, totalizando 718.68 mil doses recebidas que vem sendo distribuídas proporcionalmente para os municípios goianos. De acordo com o secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, assim como nas remessas anteriores de CoronaVac, a SES deve enviar aos municípios, inicialmente apenas a metade do total de vacinas recebidas, para ser aplicada como 1ª dose. Só depois da janela apropriada de tempo para a aplicação do reforço que a secretaria irá enviar o restante para ser aplicado como 2ª dose, esse números de 718.68  doses do imunizantes pode conter as vacinas CoronaVac e AstraZeneca.

Considerando que o desejo seja imunizar 90% da população, na atual velocidade o país levaria três anos e meio para concluir o trabalho. Diferentes de outras campanhas de vacinação desenvolvida no Brasil que foi possível vacinar em média 1 milhão de pessoas por dia durante a pandemia de H1N1, por exemplo, a atual campanha de imunização enfrenta problemas particulares: há o desafio de realizá-la em uma grave pandemia com tendência de elevação de casos e diante de um quantitativo ainda pequeno de doses disponíveis.

Dados do Ministério da Saúde

O país só aplicou uma pequena parcela das 7,33 milhões de doses que o Ministério da Saúde diz já ter distribuído aos Estados, responsáveis por fazê-las chegar aos municípios. Outras 4,98 milhões estão em trânsito, segundo painel do Governo. A lentidão ―presente também no início da vacinação de outros países― é observada em meio a uma campanha nacional descoordenada, com uma estratégia nacional ainda repleta de lacunas. Estados e municípios passaram a decidir quem priorizariam na vacinação ―o que tem gerado ruídos na ponta diante de gargalos nas diretrizes nacionais. Governadores cobram do Ministério da Saúde um cronograma mais definido com previsão de chegada de novas doses num cenário de escassez global dos imunizantes.

Um apelo : Por favor, não se esqueça dos cuidados necessários para prevenção do contágio do vírus, tais como o uso de máscara, a higienização correta das mãos e o distanciamento social. Proteja-se! *Com informações dos sites da Secretaria Estadual e Ministério da Saúde.

Parceiro:

Odonto Company – a melhor do mundo!

Nenhuma descrição de foto disponível.

Venha para Odonto Company você irá se surpreender!
Rua Benjamin Constant, 65 Quadra 57, Lote 6.
Telefone: (62) 99283-9664

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here