Saiba quais são as propriedades medicinais e como é a aplicação do Sabão de Macaco

0
333

Coluna de Fitoterapia escrita pela bióloga Lenísia Septimio

Nesta semana, continuando nossa amostragem de árvores medicinais do Cerrado, falaremos do sabão de macaco, iborô, jequiri, jequiriti e salta martim. Nome científico Sapindus saponária Família: Sapindaceae Árvore útil na arborização das cidades, presente nas Américas, atinge de 4 a 9 metros, tronco retilíneo com até 20 cms, folhas penadas, flores brancas dispostas em parnículas, frutos globóides com sementes pretas e esféricas. Usos medicinais tradicionais: casca e entre casca calmante na forma de chá, melhoram a qualidade do sono. Folhas digestivas, diuréticas, anti oxidante , depurativas do sangue. Flores coleta de março a abril, como florais são calmantes, e trazem tb harmonia para o ambiente. Raiz é usada comumente como digestiva, melhoram a funcionalidade do intestino. são bactericidas, fungicidas apresentando bom resultado comprovados em trabalhos da Universidade Estadual de Viçosa/MG.O fruto coleta de setembro e outubro, é mais comum na cosmética. A substância pesquisada do Sabão de Macaco é a saponina, dai o nome popular.É tensoativo natural presente nas sementes e frutos. Ação de diminuir a tensão superficial no local lesionado, algumas são solúveis em água higienizantes, emulsificantes e antimicrobianas estão nos shampoos, cremes e sabonetes. Vamos valorizar e agradecer ao Universo por tantas dádivas não destruindo este bioma.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here