“Prefiro ser culpado pelo desemprego de três mil, do que ser apontado como causador de uma morte”, disse o prefeito ontem (12) em live, explicando recuo de uma possível data para reabertura do turismo

9
2048

Foto de capa: Facebook

Durante a live no final da tarde de ontem (12), a equipe da Prefeitura veio a público esclarecer que Pirenópolis não está aptar para receber os turistas nesse momento. “Infelizmente, perdemos na justiça as restrições quanto ao ingresso de pessoas no município, mas manteremos mais firmeza nas barreiras. Não tem porque receber turistas. Os atrativos, o Rio das Almas, as pousada e os restaurantes estão todos fechados. Suplico a você, nos ajude. Se alguém chegou estrando numa casa de aluguel ou numa pousada,  denuncie pelo telefone 996511638”, frisou o Prefeito João Batista Cabral.

De acordo com a equipe, a procura pelo treinamento oferecido ontem (12), no Cine Pireneus, foi tão grande que nova data de curso, foi remarcada para amanhã (14). “Tivemos uma procura acima do esperado, dessas pessoas que estão diretamente ligadas aos restaurantes, bares, espetinhos, lanchonetes, açaí, etc. Depois da qualificação e capacitação das pessoas deste setor, iremos oferecer os cursos também para as áreas de hospedagem, agências e atrativos naturais, para posteriormente pensarmos numa reabertura, mas nesse momento não podemos estipular nenhuma data e com certeza, não será nas datas anunciadas anteriormente, que eram para o próximo dia 16 e dia primeiro de julho”, afirmou Marcos Vieira, secretário de Turismo.

“O sucesso de uma reabertura em Pirenópolis, dependerá da eficiência da segurança. A insegurança não deve existir, os funcionários e proprietários que fizeram o curso ontem, estavam se sentido muito inseguros, isso foi observado por nós. Enquanto tiverem muitas dúvidas e inseguranças, não iremos reabrir. A abertura irá depender de uma série de fatores e principalmente quanto ao nível de contaminação, se estivermos acima de 6% não abrirá”, garantiu o médico Luiz, explicando também que não tem um plano de reabertura e sim, um plano de controle e gerenciamento do coronavírus em nossa cidade.

“Até agora, tivemos 5 casos curados e mais 2 casos suspeitos aguardando os resultados. Durante essa semana, fizemos um trabalho intensivo e a situação está bem controlada. A expectativa para alguma melhora nesse panorama pandêmico é muito longa. Provavelmente não teremos vacina nem a cura muito em breve. tememos que ela se estenderá por muito tempo, por isso estamos pensado em alternativas para que façam sentido pra cidade conviver com a pandemia. Preparei um plano de flexibilização da nossas medidas de contenção e saúde pública. Estamos em fase de implantação e às vezes impede que a cidade flua adequadamente, para que a gente tenta um fluxo adequado, foi preciso levantar alguns indicadores para que possamos flexibilizar essa abertura, ou seja, em alguns momento teremos que restringir mais, outros flexibilizar, mais de acordo com que for necessário na situação epidemiológica do município”, revelou o jovem doutor.

O plano foi divido em três partes para possibilitar a convivência com o vírus, são elas: a primeira é a preparação com alguns objetivos a serem atingidos. Todos eles são amparados pela OMS. O primeiro critério é a testagem ampla teremos um controle total da situação  com busca ativa e posteriormente isolamento e tratamento. Caso haja alguma flexibilização das medidas de segurança irá aumentar o numero de casos. Os trabalhos que iráo nortear os rumos”, complementou.

O secretário de Turismo, Marcos Vieira, ressaltou que semana passada, foi divulgada uma possível data de reabertura e ontem começaram os cursos em Pirenópolis na área de alimentação, depois será hospedagem e posteriormente, atrativos. Percebemos que o tempo necessário para os treinamento de todo o trade, será bem maior e envolverá toda a cadeia. Enquanto todos os envolvidos no trade não estiverem treinados, aptos e capacitados, não iremos pensar em reabertura do turismo”, categorizou Marquinhos. “Nosso cenário agora é um pouco mais critico. Estamos descartando as datas previstas, vamos treinar todo o pessoal primeiro para uma possível divulgação de data. A prefeitura trabalha em cima de normas técnicas”, enfatizou o secretário.

O novo secretário de Administração de Governo e Finanças, Luan Mesquita, pediu a compreensão de todos e esclareceu que não estão sendo pressionados,”pelo contrário estamos tendo muitas reuniões, estamos trabalhando de acordo com as normas técnicas. Quero tranquilizar a comunidade e dizer para não acreditar em tudo que houve. Estamos numa situação confortável. O prefeito está conseguindo quitar todas as dívidas, sempre com prudência e planejamento para garantir o mínimo de municipalidade. No momento todas as atividade econômicas estão em pleno vapor. As primeira medida foram mais duras, mas temos que lutar para que não voltemos a restringir mais o comércio. Se reabrirmos nas datas previstas anteriormente, colocaremos em risco tudo que foi feito nos outros segmentos. Essa gestão escuta os anseios da sociedade. Estou pedindo uma reflexão de todos no momento, ninguém é contra a reabertura, mas só iremos abrir quando tivermos segurança, vamos nos adequar, fazendo estudos e capacitação de cada área por um único motivo: preservar vidas pirenopolinas”, ressaltou Luan Mesquita.

O prefeito João do Léo, finalizando a live, parabenizou a equipe técnica e disse; “errando ou acertando estamos seguindo. Pirenópolis vai ressurgir como a cidade mais segura de se visitar no Brasil. Precisamos saber o momento certo para flexibilizar, todos estão atendendo as nossas demandas. Quando acabar essa tempestade e tiver 100% de segurança, poderemos reabrir, mas para isso, todas a população tem que se adequar. Estamos indo pra 90 dias de isolamento, 250 pessoas foram testada e 5 deram positivo e esses cinco, foram curados em casa. Somos nós que iremos tomar as decisões de acordo com as nossas necessidade. Prefiro ser culpado pelo desespero de três mil do que ser apontado como causador de uma morte. Temos mais de 4 mil pessoas em Pirenópolis dentro do grupo de risco. Não vou carregar essa culpa, tanto o sucesso, quanto o fracasso, será por causa de todos nós”, desabafou.

Parceiro:

A imagem pode conter: texto que diz "CLÍNICA SANTA ANA Medicina Especializada"

CLÍNICA SANTA ANA Clínica Santa Ana
A maior e mais moderna clínica de Pirenópolis
3331-4338
98174-2546
Rua dos Pireneus nº 47

(Em frente ao Hospital Estadual) #clinicasantaana

 

 

 

9 COMENTÁRIOS

  1. Eu sou Pirenopolina ,mas não moro mais ai. Mas acho que o senhor Prefeito e demais autoridades estão agindo corretamente.Parabeniso a todos.Continuem assim.E que Deus Abençoe a todos nós é nós livre desse mal.

  2. Vejo que estão tão preocupados com o turista infectar os habitantes da cidade , e ninguém está se lembrando da quantidade de moradores da cidade que saem pra outras cidades ,inclusive aqui pra Brasília. Realmente já é uma cidade que está se tornando enjoativa e exploradora, realmente creio que vá diminuir os passeios para essa cidade, tendo em vista que , só não existe essa nas proximidades do D.F.

    • Quando começar a morrer muitos moradores, turistas vão querer vir para a cidade não. Moro, não dependo de turistas para comer mas sempre apoio os turistas.

  3. Vejo na zona rural, nos distritos, a preocupação em seguir as regras e cuidados. Não é momento de flexibilização, mantenha a decisão Sr. Prefeito.

  4. Vai radicalizando até o turista cansar e sumir de vez, já não é lá essas coisas, e com esse tipo de atitude tomara que ninguém queira voltar mais mesmo!

  5. Parabéns prefeito estamos com você a nossa cidade não está preparada para esse vírus com esses poucos habitantes…e não está nos tempo de viagens vamos esperar para nos unirmos novamente…

  6. Parabéns ao prefeito e toda a equipe de Pirenópolis. Não estamos preparados para enfrentar os turistas. Nossa cidade precisa muito o que aprender ainda esse vírus não é Brincadeira. Estou do seu lado prefeito, temos que ter cautela. Não vamos nos precipitar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here