Pirenópolis registrou 5 casos do coronavírus, mas já estão curados e não oferecem riscos de contaminação

0
474

Foto: Brígida Fátima G.de Melo

Mais quatro novos casos do coronavírus foram confirmados em Pirenópolis, detectados através de testes rápidos, mas no momento não apresentam mais os sintomas, ou seja, contraíram o vírus no passado e já estão curados. A informação foi divulgada na tarde desta sexta-feira (29), através de uma live com membros do Comitê de Crise da Prefeitura Municipal.

Mayra Gomes Borges, chefe da Vigilância Epidemiológica, informou que mesmo estas pessoas não apresentem mais os sintomas, estão em isolamento domiciliar. “Esses testes rápidos detectam a doença mesmo em pessoas que contraíram o vírus e já estão curada”, esclareceu. A Administração Municipal reforçou, a necessidade do distanciamento social e isolamento domiciliar, principalmente das pessoas idosas e com alguma doença pré-existente e que também está mantido as determinações expressas no último decreto que proíbe a entrada de pessoas de outras localidades na cidade. “Mesmo estando assintomáticos, todos estão sendo monitorados, juntamente com seus familiares. Estão em isolamento, sendo monitorados e também assinaram um termo de responsabilidade para permanecerem em casa. Pedimos para continuar com os cuidados, lavar as mãos, isolamento social, distanciamento e que mais barreiras sanitárias serão implantadas na cidade aferindo a pressão de todos”, revelou.

O secretário de Turismos, Marcus Vieira, disse que a questão sanitária continua do mesmo jeito sem alteração, ou seja, não está liberada a entrada de pessoas que possuem casas de temporada e para hospedagem. “Semana que vem estarão prontas as normas técnica, que são um conjunto de medidas para abrirmos com segurança. Se tivermos muitos casos em Pirenópolis, as pessoas não virão com medo de serem contaminadas. Estamos elaborando os protocolos em conjunto com todos os segmentos, mas não será agora”, garantiu Marquinhos, assegurando que a reabertura para o turismo está avançando, mas serão obedecidos todos os protocolos.

O secretário de Saúde Júnior Capela, justificou a ausência do prefeito João do Léo, dizendo que ele está trabalhando, por isso não participou. ” Hoje é um dia muito triste para nós, que estamos fazendo as buscas ativas, visando a prevenção. As pessoas testadas irão cumprir todas as determinações de contato zero. A Secretaria de Saúde irá tomar conta de tudo”, assegurou o secretários, salientando que “não podemos ter preconceito, não podemos fazer discriminação. Temos que aprender a conviver com a Covid-19. Não podemos discriminar quem está contaminado”.

De acordo com Betho Rêgo, secretário de Cultura e chefe do Comitê de Crise, semana que vem será liberada a entrada de pessoas que possuem segunda moradia e quem tem parentes de primeiro grau na cidade. “Iremos flexibilizar após autorização consensual de todos os membros do comitê de crise. Posteriormente iremos liberar gradativamente obedecendo os protocolos sanitários”, esclareceu.

Júnior Capela revelou que se afastará do cargo na Secretaria de Saúde e que irão comprar mais testes rápidos para aplicar na população, mas primeiramente serão os profissionais de saúde.

Sobre os 4 testes rápidos

Testes Rápidos são feitos para detecção de anticorpos contra SARS-CoV-2(CoronaVírus) . O objetivo deste destes baseiam se identificação de Anticorpos contra o CoronaVírus, o que corresponde uma resposta do organismo.
Os Testes Rápidos não têm a função de diagnosticar a infecção por Covid-19.
Quando um exame testa POSITIVO, significa que você teve contato recente com o vírus (IgM) ou que você já teve Covid-19 e está se recuperando ou já se recuperou (IgG), uma vez que indicam a presença de anticorpos (defesas do organismo). O exame para confirmação deve ser feito por testes de RT-PCR, o SWAB Oro-nasal, onde é detectado a presença do vírus.
De acordo com orientação da Secretaria Estadual de Saúde, todo colaborador que testar POSITIVO, deverá ser afastado de suas atividades por um período de 07 dias. Entretanto, como não se tem certeza de que o colaborador apresenta somente os anticorpos ou o vírus, será encaminhando para realizar o RT-PCR. (Explicação de um médico do Hospital Ernestina)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here