Polícias de Goiás e do DF estão na região à procura por bandido de alta periculosidade. Ele pode está se escondendo no Morro dos Pireneus

0
1867

O homem suspeito de cometer um triplo homicídio em uma área rural de Ceilândia, no Distrito Federal, voltou a cometer crimes na capital e, dessa vez, roubou um automóvel na região, na madrugada de ontem (11). Segundo a Polícia Militar, Lázaro Barbosa de Souza, de 33 anos, incendiou e abandonou o veículo em Cocalzinho (GO). Está se escondendo na região, principalmente na Zona Rural e Morro dos Pireneus. Até o fechamento desta matéria não havia informação se o bandido foi preso, atualizaremos a qualquer momento, assim que houver novos fatos.

Triplo homicídio de Cláudio Vidal, 48, e dos dois filhos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15,. Empresária Cleonice, desaparecida

Pai e os dois filhos foram assassinados e a mulher foi sequestrada

Comparsa ajudou na fuga de suspeito de cometer triplo homicídio no DF

Automóvel da família incendiado pelo bandido próximo a Cocalzinho.

A PM não deu detalhes sobre a dinâmica do crime. Testemunhas contaram que um homem invadiu uma chácara em Ceilândia, fez os moradores reféns e fugiu com o automóvel da família.

Outra residência invadida

Desde quarta-feira (9), Lázaro deixa um rastro de crimes na capital. No dia seguinte ao triplo homicídio, Lázaro, segundo a Polícia Militar, ele invadiu outra chácara e rendeu o caseiro, o dono do imóvel e a filha dele. A residência fica próximo à casa da família assassinada.

De acordo com informações repassadas pelas vítimas aos policiais militares, o homem pediu para a mulher fazer almoço, assistiu ao jornal na TV, comentou sobre o assassinato (da família Vidal) e depois fugiu.

Segundo os militares, Lázaro vestia uma calça preta, um moletom preto e um chapéu de aba larga, “tipo de pescador”, e passou cerca de quatro horas no local. “Chegou perto das 11h00 e saiu por volta das 15h00”, disseram os policiais.

Polícia Civil procura homem suspeito de matar família, em Ceilândia, no DF, e sequestrar mulher, que segue desaparecida — Foto: Polícia Civil do DF/ Reprodução

Polícia Civil procura homem suspeito de matar família, em Ceilândia, no DF, e sequestrar mulher, que segue desaparecida — Foto: Polícia Civil do DF/ Reprodução

Buscas por Cleonice

As buscas por Cleonice Marques de Andrade, casada com Cláudio Vidal, e mãe de Gustavo Vidal e de Carlos Eduardo Vidal – assassinados na madrugada de quarta-feira – continuam sendo feitas pela Polícia Militar do DF e pela Polícia Militar de Goiás, além da Polícias Civil do DF e do Entorno. Cães farejadores e drones são usados para tentar localizar a vítima que, até o início da noite desta sexta-feira (11), continuava desaparecida.

Na tarde de ontem, a casa onde o esposo e os dois filhos foram assassinados foi liberada pela perícia e familiares de Cleonice tiveram acesso ao imóvel. Por enquanto, as informações são de que nada foi roubado.

As investigações apontam que Lázaro, provavelmente, invadiu a casa com intenção de roubar, mas acabou matando as vítimas após elas reagirem.

Ao perceber a tentativa de arrombamento da porta, Cleonice chegou ligar para parentes para pedir ajuda. O irmão dela contou na delegacia que mora próximo da chácara e que chegou cerca de 10 minutos após a ligação, mas o cunhado e sobrinhos já estavam mortos. Cláudio, marido de Cleonice, ainda respirava e teria tido: “Age rápido porque levaram a Cleonice”.

Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos, está desaparecida — Foto: TV Globo / Reprodução

Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos, está desaparecida — Foto: TV Globo / Reprodução

Até o momento, policiais civis não interromperam as buscas por Lázaro e Cleonice. Investigadores, com apoio da Polícia Militar e de bombeiros, fizeram uma varredura na região onde o crime ocorreu.

Drones, helicóptero e cães farejadores foram usados nas buscas, porém, não houve sucesso. Quem tiver informações sobre o paradeiro do suspeito ou da mulher sequestrada, pode entrar em contato com a Polícia Civil pelo telefone 197As informações podem ser prestadas de forma anônima.

“Espírito Maligno”

O bandido de alta periculosidade que vem praticando crimes com brutalidade desde o ano passado, informou à polícia, estar possuído por um espírito maligno, um ser demoníaco. A PC-GO também registrou que, em abril de 2020, o criminoso invadiu uma chácara na região de Santo Antônio do Descoberto (GO), Entorno do DF, e fez quatro idosos reféns.

Um deles acabou levando uma machadada na cabeça e tem sequelas até hoje. Ele é procurado por tentativa de latrocínio neste caso. Na ocasião, usou arma branca e agrediu os reféns, levando os celulares, que posteriormente foram recuperados. O homem foi flagrado por câmeras de segurança na madrugada do dia 9 de abril do ano passado, ao eixar a propriedade (foto de destaque).

Divulgação na PC-GO

Triplo homicídio no DF

“Ele trabalhou em chácara, conhece muito a região. Se criou no mato”, afirma o tenente. “Acreditamos que ele ainda está por aqui.” A força local conta com 80 homens e 40 viaturas para a busca.

A corporação acredita, também, que o suspeito age com apoio. De acordo com o tenente Gerson, comandante do batalhão local, uma pessoa teria ido buscar Lázaro na região do Incra 8, nessa quinta (10), logo após ele incendiar um Palio roubado.

Nenhuma descrição disponível.

Com informações de G1Go, Metrópoles e PC-GO

 

Parceiro:

Nenhuma descrição de foto disponível.

DINO BATERIAS E AUTO PEÇAS.
A maior variedade de marcas e modelos de bateria.
Toda Linha em 6X sem juros
(62) 3331-1118 / (62) 99208-6791
Endereço: Av. Benjamin Constant, número 40. Centro.

 

*Obs* A publicidade anexada à matéria, nada tem a ver com o
conteúdo.
Não se trata de matéria paga, é só uma forma de deixar em evidência os parceiros do site nas redes sociais. Venha ser parceiro do Pirenópolis Online. Seu anúncio vai longe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here