Cerca de 300 manifestantes protestam defronte à Prefeitura em busca da reabertura do turismo em Pirenópolis

0
885

Na manhã de hoje (15), cerca de 300 pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar, se reuniram em frente a Prefeitura Municipal para reivindicarem uma data para reabertura do turismo em Pirenópolis. A maioria delas eram funcionários de pousadas e restaurantes em busca de uma decisão nesse sentido.

No início, o movimento começou a tomar um rumo agressivo, com algumas pessoas incitando a violência e dizendo palavras de baixo calão. Muitos xingamentos e ofensas foram feitas ao prefeito e secretários, mas a situação se controlou quando uma comissão formada por oito pessoas, representantes de algumas empresas, foi ao encontro dos gestores com a proposta de uma conversa pacifica e civilizada.

Durante a reunião, o prefeito João Batista Cabral, afirmou veementemente que enquanto todos os envolvidos no trade turístico, ou seja, os funcionários dos segmentos da alimentação, hospedagem e atrativos turísticos estiverem treinados e capacitados com as normas técnicas dos Protocolos Sanitários de Segurança. “Primeiro oferecemos o treinamento dos restaurante e bares, posteriormente iremos oferecer treinamento para as pousadas e assim por diante. Não temos como estipular uma data, pois a demanda está muito alta e não dará tempo. Essa manifestação é simplesmente uma forma de pressão. Não posso abrir pro turismo sem nenhum critério. Não foram feitos todos os treinamentos. São empresários que não estão preocupados com a vida, mas sim, com suas finanças”, explicou o prefeito.

Todos que estavam presentes na reunião, falaram das dificuldades enfrentadas nesse momento e pediram uma possível data de reabertura, os gestores presentes tentaram argumentar, explicando a necessidade de implantar as normas técnicas de funcionamento. A reunião foi finalizada por volta das 10h00, sem muitas resoluções, mas remarcaram outra reunião para amanhã (16), às 09h00.

O prefeito afirmou ainda que não é folha seca ao vento, “tenho meus valores, não cederei a pressão alguma e peço mais amor pela vida. Minha preocupação no momento é com a vida dos pirenopolinos e não com a finanças”, disse João do Léo, frisando que o turismo em Pirenópolis só será retomado quando todos os treinamentos forem oferecidos e quando avaliarem os critérios epidemiológicos do Estado. “Agora não é o momento, se abrirmos com irresponsabilidade teremos que fechar tudo de novo depois de alguns dias, inclusive o comércio interno”, completou.

O secretário de Turismo, Marcos Vieira disse ainda que inicialmente, houveram várias reuniões com os empresários e todos concordaram.”Suas maiores preocupações eram em favor à vida. Se estamos nessa situação epidemiológica confortável, foi devido as medidas tomadas até agora e não vamos recuar, continuaremos preservando vidas. Houve um consenso dos empresários, os treinamentos estão sendo oferecidos, mas temos pouco tempo até dia primeiro de julho e não conseguiremos treinar todos, a demanda é muito maior do que imaginávamos, por isso, não estipularemos uma data”.

Parceiro:

A imagem pode conter: avião e céu

Juary Eletrocar
Endereço: R. Marinheiro – Jardim Kubitschek
Abre às 08:00
Telefone: 3331-3514

JuaryEletrocar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here