Constantes “apagões” irritam população e preocupam empresários em Pirenópolis

1
342
Resultado de imagem para queda de energia"
Nos últimos dias, o fornecimento de energia elétrica está bastante precário e tem causado reclamações entre a população e prejuízos para os empresários em Pirenópolis. Nas noites da última sexta-feira(01) e ontem, sábado(02), quedas na eletricidade, deixaram a população indignada. Em alguns setores a energia caiu 39 vezes.
Todos querem uma resposta da Enel, empresa responsável pelo fornecimento de energia no estado de Goiás.
Nas redes sociais relatos dessa natureza são unânimes e a insatisfação e irritação das pessoas é notória em quase todas as postagens.
Conforme Mauro Sícari, proprietário do Restaurante Bottega do Malte, a população está meio que de mãos atadas. “Não temos resposta e nem melhorias com relação a esse problema recorrente. Ligamos na Enel no número 0800620196, gerou um número de protocolo, registrei a reclamação e nada mais. Quem vai arcar com nossos prejuízos. Se queimar os aparelhos elétricos, seremos indenizados?”, questionou o empresário, dizendo que se agora está assim agora, imagina nos próximos meses e no réveillon, onde a população flutuante aumenta significativamente.
A situação tem provocado reação de todos os empresários, que relatam perdas de quase R$ 500.000,00 com os blecautes. Queimas de aparelhos estão entre os principais prejuízos. Mas a maior preocupação, na verdade, é que turistas deixarão de vir para Pirenópolis e novas empresas poderão evitar se instalar aqui por falta de uma estrutura adequada que atenda a demanda da cidade.
A reportagem do PIRENÓPOLIS ONLINE entrou em contato com a ENEL, tanto por telefone, quanto no site da empresa. Mas, até o momento, não foi dada resposta em nenhum desses dois canais de informação disponibilizados pela empresa.
Parceiro:
Alicerce Materiais para Construção

EndereçoAv. Pref. Sizenando Jaime, 22 – Centro

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns pela reportagem! É necessário tal registro, pois já tive diversos aparelhos queimados e Celg nunca indenizou alegando sue não havia registro de falta de energia. Quando retorna chega a 400v. O problema é antigo e a cada dia se agrava

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here