Umidade do ar em Pirenópolis está em patamar crítico. Defesa Civil recomenda ações para minimizar os efeitos nocivos do clima seco

0
300

Foto: Confraria da Prata

Na casa dos 30%, a umidade do ar em Pirenópolis chegou ao patamar considerado crítico pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

E, conforme o Climatempo, a previsão é de que esta condição se mantenha por pelo menos até os próximos dez dias – o que exige hidratação e cuidados redobrados por parte da população.

Quem costuma sofrer com problemas respiratórios já deve ter sentido esta mudança  principalmente durante às tardes, mas a Defesa Civil alerta que todos estão suscetíveis aos efeitos do tempo seco.

Além de dificuldades para respirar, o órgão também elenca ressecamento na pele, dores de cabeça e sangramentos no nariz dentre as consequências.

Confira abaixo as recomendações da Defesa Civil para amenizar os impactos neste período: ⠀

– Hidrate-se durante o dia;

– Prefira alimentos leves e frescos, como saladas, frutas, carnes grelhadas;

– Evite frituras;

– Durma em local arejado e umedecido por aparelhos umidificadores, ou ainda coloque uma bacia com água;

– Evite atividades físicas ao ar livre e exposição ao sol entre às 10 e 17h;

– Evite banhos com água quente, para não potencializar o ressecamento da pele, se necessário use hidratante;

– Em caso de problemas respiratórios procure um especialista.

 

Fonte: ClimaTempo

Parceiro:

Pode ser uma imagem de texto que diz "B MEIO AMBIENTE INTELIGENTE"

 Meio Ambiente Inteligente 

Telefone – (62) 99943-0993.

Endereço: Avenida Sizenando Jaime, quadra 26, número 32.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here