Bombeiros reforçam alertas para evitar queimadas

0
620

Hoje (11), terça-feira o tempo firme se mantém, com predomínio de sol, elevadas temperaturas, calor, e baixa umidade do ar, no meio da tarde. Atenção que os níveis chegam a atingir estados de alerta, entre 20 e 12%, segundo normas da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros.

Então, recomenda-se que as pessoas se hidratem e evitem fazer atividades físicas entre às 11 e 15 horas, umidificar o ambiente, e ficar em locais protegidos do sol. Entre os dias 12 e 23 de agosto, os modelos de previsão do tempo já indicam chuvas mais significativa em parte de Goiás.

Diante desse cenário climático, de muita seca e elevadas temperaturas, ocasiona um problema recorrente em nossa região: as queimada. O Corpo de Bombeiros alerta que limpar terrenos com fogo é crime ambiental e os focos de incêndio podem se espalhar e ficar sem controle. Outra orientação é não jogar bitucas de cigarro onde tem vegetação, principalmente neste período do ano com as geadas.

A onda de frio e temperaturas baixas faz com que ocorra incidências de geadas. De acordo com o 1º Tenente De Avila, o fenômeno ‘queima’ a vegetação e faz com que ela fique mais seca. Essa condição combinada com a baixa umidade do ar favorece ocorrências de incêndios, assim como, o fator humano. Sem ter a noção da gravidade e que se trata de crime ambiental, muitas pessoas colocam fogo para que seja realizada a limpeza do terreno.

Nos últimos meses, os Bombeiros atenderam várias ocorrências não só na área urbana, mas principalmente, nos morros e encostas.

Um detalhe importante e de suma relevância é que a cada fogo em campo, os chamados aos Bombeiros deixam a cidade desguarnecida.

Tenente De Ávila explica que em situações de fogo em campo, muitas vezes é necessário fazer uma avaliação devido ao risco de um incêndio na área urbana, casas, prédios ou algum outro sinistro. ” O incêndio em campo aberto sem casas por perto, com uma área de extensão muito grande demanda muito tempo e isso é um risco para a comunidade. As pessoas precisam ter responsabilidade e consciência em casos de focos provocados pela causa humana. As queimadas podem sair do controle.”- comentou.

Também tem os casos de queima de lixo ou entulhos, um outro agravante que é muito usado. O Corpo de Bombeiros pede a colaboração da população, para evitar a queima de lixo ou em campo(cultural). Às margens das rodovias com a fumaça densa isso também prejudica a visibilidade dos condutores o que pode provocar acidentes.

Poluição e outros Crimes Ambientais.

☆ Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora:

Pena – reclusão, de um a quatro anos, e multa.

1º Se o crime é culposo:

Pena – detenção, de seis meses a um ano, e multa.

2º Se o crime:

I – tornar uma área, urbana ou rural, imprópria para a ocupação humana;

II – causar poluição atmosférica que provoque a retirada, ainda que momentânea, dos habitantes das áreas afetadas, ou que cause danos diretos à saúde da população;

III – causar poluição hídrica que torne necessária a interrupção do abastecimento público de água de uma comunidade;

IV – dificultar ou impedir o uso público das praias;

V – ocorrer por lançamento de resíduos sólidos, líquidos ou gasosos, ou detritos, óleos ou substâncias oleosas, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou regulamentos:

Pena – reclusão, de um a cinco anos.

3º Incorre nas mesmas penas previstas no parágrafo anterior quem deixar de adotar, quando assim o exigir a autoridade competente, medidas de precaução em caso de risco de dano ambiental grave ou irreversível.

Parceiro:

Nenhuma descrição disponível.

Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pirenópolis

Não fique só. Fique sócio!
Endereço: Prefeito Sizenando Jayme, 19
Telefones: 3331.1125 e 98535.5513
E-mail: sttrpirigo@hotmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here